Cultura

Guarantã do Norte e Juara estiveram presentes na Festa do Pantanal

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, José Aparecido dos Santos, Cidinho, avaliou como positiva a realização da Festa do Pantanal e classificou o evento como uma das maiores vitrines para o público conhecer os produtos que os municípios oferecem nas áreas de cultura e turismo.

Para Cidinho, a indústria do turismo em Mato Grosso tem muito o que comemorar, pois reuniu nesta festa informações e imagens dos pontos turísticos mais procurados, como o pantanal, o cerrado, o vale do araguaia e demais regiões com forte potencial turístico.

Os municípios participantes, puderam apresentar em quatro dias, além das belezas naturais de cada região, o artesanato, danças folclóricas, músicas, gastronomia e ou produtos regionais. “O turismo e a cultura continuam crescendo em todo o Estado e isto se deve exatamente ao trabalho que é desenvolvido nos municípios. Consideramos a festa como um forte instrumento de divulgação dos produtos de cada região” garantiu

O prefeito de Barra do Bugres, Aniceto Miranda, também destacou a festa do pantanal como a grande oportunidade para mostrar o que seu município pode oferecer aos visitantes. Na ocasião ele anunciou a realização do Festival de Pesca Regional de Barra do Bugres, no dia 17 de abril, antecedendo a comemoração do aniversário do município. “Teremos uma série de atrações musicais e esportivas neste evento. Vamos realizar também o circuito municipal de vôlei de praia. Esperamos atrair um grande público para a nossa região” disse ele.

Além dos prefeitos, os secretários de Turismo e Cultura e Meio Ambiente dos municípios presentes na festa, avaliaram o evento. A secretária de Turismo do município de Luciara, Helena Shimitt ressaltou que a cidade situada as margens do do Rio Araguaia e em frente a ilha do Bananal, oferece como principal produto turístico, as praias de areias limpas e por isso, estão programando também para o mês de julho mais um Festival de Praia. Outra grande atração turística, segundo ela, fica por conta da etnia Karajá, distribuída nas aldeias de São Domingo e Fontoura. “Sempre preservamos a cultura indígena. O artesanato feito pelos índios é muito procurado na região. Além disso, estamos resgatando outros valores como forte atrativo para o turismo. Apresentamos a culinária, os licores de frutas regionais e outros produtos que atraem os turistas” disse

O secretário de turismo de Vila Bela da Santísssima Trindade, Elmo de Almeida disse que a Festa do Congo, que é realizada no mês de julho, vem atraindo cada vez mais turistas para a cidade. Na festa do pantanal, a secretaria apresentou as danças do chorado e do Congo, além do artesanato, bebidas regionais e as históricas das ruínas de Vila Bela.

Já a secretaria de Cultura e Turismo do município de Indiavaí, Maria Borges ressaltou que a festa do pantanal foi ideal para a divulgação de todos os produtos regionais. “Tivemos oportunidade de mostrar através de vídeos, as nossas potencilidades turísticas”lembrou

O secretario de industria comercio e Turismo, de Guarantã do Norte, Arlinfo Simonetto destacou que o município trouxe uma variedade de produtos, como a mussarela produzida na região, móveis em madeira, trabalhos feitos com o aproveitamento do coqueiros e outros produtos.

O secretario de Meio Ambiente e Turismo de Juara, Elinaldo Angelo ressaltou que a festa do pantanal foi o espaço ideal para apresentar o o potencial turístico de toda a região. “O Nortão reúne muitas belezas que o público ainda não conhece.Vamos continuar divulgando nossos produtos regionais” disse

O secretário de turismo de Porto Espiridião, Sebastião Bonfim divulgou na festa do pantanal que município vai realizar também o Festival de Pesca. “Consideramos o festival como nosso maior produto turístico. A cada ano vem atraindo mais turistas para a região” afiançou.