Esportes

Atacante alega problemas familiares e não defenderá Mixto

O atacante Wellington Amorim, 36 anos, não irá defender as cores do Mixto. O gerente de futebol do clube, José Vicente Tim, explicou, esta manhã, que o atleta alegou problemas familiares. "O Amorim está com um problema de saúde com sua mulher e não pode sair de Belo Horizonte, onde mora, no momento. Estava tudo acertado, pois ele acreditava que a situação se resolvesse, coisa que não aconteceu", disse o dirigente ao Craques do Rádio.

No entanto, o Mixto não está parado e já negocia com outros dois atacantes e também com um goleiro. Segundo Tim, dois jogadores que estão no rival Operário, de Várzea Grande, interessam. São eles o goleiro André, que já defendeu o Mixto em outra oportunidade, além do atacante Acosta, recente aposta do clube várzea-grandense.

O presidente do Operário nega a ceder esses jogadores ao rival.