Esportes

Com gol de Juan no fim, Inter vence Flamengo e alcança G-4

O Internacional teve de esperar até o fim para comemorar no estádio Centenário, em Caxias do Sul. O zagueiro Juan marcou aos 45 minutos do segundo tempo o gol da vitória do Colorado contra o Flamengo, na tarde deste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

O defensor, que foi formado nas categorias de base do Rubro-negro, não comemorou o gol, mas o placar por 1 a 0 colocou o Inter na quarta colocação do Nacional, com 15 pontos. A partida marcou o retorno de Leandro Damião, que se recuperou de lesão e entrou no segundo tempo. O time de Mano Menezes aparece agora com nove pontos, na parte intermediária.

O Colorado volta a campo na quarta-feira, quando vai ao Morumbi para enfrentar o São Paulo, em jogo antecipado por conta da participação da equipe paulista em torneios internacionais. Já o Flamengo só tem novo compromisso no domingo, diante do Botafogo, no Maracanã.

O jogo – O Internacional começou a partida explorando os lados do campo, com o intuito de se aproximar mais rapidamente do gol de Felipe. Porém, a estratégia não funcionou tão bem. Forlán até encontrou Jorge Henrique livre na área, em cruzamento da direita, mas o cabeceio foi para fora. Aos poucos, o Flamengo também se soltou para buscar o ataque.

O time de Mano Menezes concentrou as esperanças nos pés do atacante Marcelo Moreno, que quase teve a chance de abrir o placar em cruzamento rasteiro, sendo impedido por Juan, que travou na hora do chute. O Flamengo até poderia ter levado perigo em cobrança de falta da intermediária, mas João Paulo acertou a barreira.

Aos 26, Forlán desperdiçou boa chance, quando recebeu cruzamento de D"Alessandro nas costas de Wallace. No entanto, o uruguaio desviou por cima do gol. Com equilíbrio em campo, os dois times pouco criavam efetivamente na frente. Bruninho chegou a pedir pênalti ao fazer boa jogada individual, sem convencer o árbitro.

Assim, a melhor chance da etapa só saiu no último lance ofensivo antes do intervalo. Carlos Eduardo cruzou da esquerda para Marcelo Moreno, que cabeceou no canto e exigiu boa defesa de Muriel. Antes do apito do árbitro, o técnico Dunga ainda foi forçado a tirar Gabriel, com problema muscular, para colocar Ednei.

Na volta para o segundo tempo, o Inter quase abriu o placar. Josimar cruzou rasteiro da direita, Jorge Henrique não alcançou e Fabrício chegou livre atrás da zaga, mas desperdiçou a chance, mandando para fora. Na jogada seguinte, o volante arriscou de fora da área, errando o alvo.

Aos 14, foi a vez de o Flamengo ameaçar. Kleber afastou mal cruzamento na área, e Bruninho pegou a sobra, finalizando por cima do gol. Pouco depois, Dunga atendeu a um pedido da torcida e colocou Leandro Damião na vaga de Kleber. Já no Flamengo, Mano Menezes apostou em Adryan no lugar de Carlos Eduardo.

Em seguida, González só não marcou gol de cabeça em cobrança de escanteio porque Muriel se esticou para espalmar. Dunga, então, fez mais uma mudança, com Caio na vaga de Forlán. No lance posterior, Leandro Damião recebeu na área, dominou e chutou em cima de Léo Moura.

Antes do fim do jogo, os colorados ainda pediram pênalti sobre Josimar, mas o árbitro considerou normal. Assim, o gol só saiu aos 45 minutos, quando Juan mandou de cabeça para balançar as redes.