Esportes

Corinthians tenta evitar vexame diante do Luverdense e crise

O Corinthians vem de uma sequência histórica de conquistas e é o atual campeão mundial, mas a Fiel quer mais, motivo pelo qual o time sofre questionamentos a cada partida pouco convincente. Não será exagero apontar uma crise em caso de eliminação na Copa do Brasil diante do Luverdense, da terceira divisão do futebol brasileiro.

A equipe alvinegra fez uma partida terrível em Lucas do Rio Verde, na semana passada, e, prejudicada pela arbitragem do mesmo nível de Pablo dos Santos Alves, perdeu por 1 a 0. No Pacaembu, a partir das 21h50 (de Brasília) de quarta-feira, precisa vencer por dois gols de diferença – ou devolver o placar e apostar na disputa por pênaltis – para avançar às quartas de final.

“A gente ficou bastante triste pelo resultado lá. O objetivo era conseguir um bom resultado e não conseguimos, mas a disputa tem 180 minutos. Agora, vamos jogar em nossa casa, com o apoio do nosso torcedor. Trabalhando bastante, a gente vai se classificar”, afirmou o meio-campista Ibson.

A virada em um mata-mata no qual começou mal é algo inédito para o Corinthians sob comando de Tite. Dos 16 embates eliminatórios nas mãos do gaúcho, a formação alvinegra perdeu quatro, justamente os quatro iniciados com derrota fora ou sem vitória em casa.

Na tentativa de quebrar essa marca, o time do Parque São Jorge terá de se virar sem jogadores importantes. E, desta vez, não será como em Mato Grosso, onde vários foram poupados por Tite. Romarinho e Emerson, injustamente expulsos no jogo de ida, estão fora. Renato Augusto, machucado novamente, também.

Assim, Alexandre Pato terá mais uma oportunidade para mostrar o que não tem conseguido. Douglas, que vinha entrando bem nos jogos e foi ainda melhor ao ser escalado no último final de semana, será o principal responsável por municiar um ataque que está devendo.

Apostando em Guerrero, ótimo no empate com o Vasco no domingo, o Corinthians certamente encontrará um adversário fechado. Um adversário que tentará impor mais um vexame histórico ao agora campeão mundial, que teve de perder para o colombiano Tolima antes de construir uma sequência vitoriosa marcante.

“Todo o mundo pensou nesse negócio de o pequeno tirar o grande desde o momento do sorteio. A zebra que a gente mais lembra é o Tolima. É a mais recente, os torcedores fizeram piada. Dá para se apegar a essa vitória do Tolima, sim”, comentou o lateral Raul Prata.

O Luverdense pode ser um novo Tolima ou o time que fez o Corinthians acordar apenas com um susto. Com um Pacaembu novamente lotado, a equipe do Parque São Jorge espera deixar para trás a possibilidade de crise e ganhar ânimo para dar continuidade à sua série de triunfos dos últimos anos.

 

<script src=”http://player.sambatech.com.br/current/samba-player.js?ph=30836ee148b89dbe86b1853c996f2a31&m=f1221c76a76a3c73faea5fe08121026b&playerWidth=620&playerHeight=349&hasResize=false”></script>