Esportes

Coritiba derruba Grêmio na Arena e encosta nos líderes

Com uma má atuação, o Grêmio deixou o campo da Arena vaiado nesta quinta. O time de Renato Gaúcho perdeu a invencibilidade em casa neste Brasileiro ao levar 1 a 0 do Coritiba, gol de Deivid. O time paranaense marcou cedo, a nove minutos, e controlou o jogo, suportando a pressão do time gaúcho no final. A vitória, que foi a primeira fora de casa, deixa o time de Marquinhos Santos a um ponto dos líderes do campeonato.

Cansado de levar gols no começo dos seus jogos, o Coritiba surpreendeu o Grêmio na Arena abrindo o placar com Deivid, aos nove minutos. O gol enervou o time gaúcho e a torcida. No primeiro tempo, o Tricolor pecou pela ansiedade e teve poucas chances de empatar, situação que foi ampliada na etapa final, onde o time da casa não conseguiu ameaçar a vitória coxa-branca.

O Coxa encosta nos líderes com a vitória, indo a 23 pontos, um atrás de Botafogo e Cruzeiro. O Grêmio estacionou nos 16 pontos, em 9º lugar. O Tricolor volta a campo domingo, quando encara mais um duelo direto de tabela: o Bahia, na Fonte Nova. Já o Coxa receberá o Vasco, no Couto Pereira, também no domingo.

O jogo- O técnico Renato Gaúcho resolveu alterar o esquema do Grêmio. Mesmo com a boa atuação do 3-5-2 no Gre-Nal do último domingo, o treinador gremista resolveu voltar aos 4-4-2, com três volantes. Souza atuou no lugar do zagueiro Gabriel. Quem entrou no 3-5-2, surpreendentemente, foi o Coritiba. No time paranaense, o grande desfalque foi o meia Alex, lesionado, que sequer viajou a Porto Alegre.

Em sua primeira chegada mais forte no ataque, o Coritiba surpreendeu o Grêmio. Geraldo tocou para Victor Ferraz nas costas da zaga gremista pelo lado direito de ataque, e o lateral cruzou para a conclusão livre de Deivid, que abriu o placar na Arena. O gol desestabilizou o time da casa, que passou a ser envolvido pelo bom toque de bola do Coxa.

O Grêmio chegou com perigo pela primeira vez aos 29: em falta pelo lado direito de ataque, Alex Telles encobriu a barreira e acertou o travessão de Vanderlei. Dois minutos depois, Barcos ganhou da zaga no jogo de corpo e chutou cruzado, mas o goleiro do Coxa espalmou. Aos 40, Vanderlei defendeu com dificuldade um chute de longe de Kleber.

O Coxa voltou com tudo no segundo tempo. Aos dois minutos, Bressan saiu jogando errado, nos pés de Deivid, que serviu Geraldo, mas Dida salvou. Na jogada seguinte, Lincoln recebeu às costas de Barcos e cruzou para Emerson, que chutou fraco, na pequena área, com extremo perigo.

Sem conseguir atacar, o Grêmio ainda quase levou o segundo em boa jogada de Lincoln, aos 18, arrancando livre e chutando para defesa de Dida. O primeiro bom ataque do time gaúcho na etapa final foi um escanteio cobrado na cabeça de Rhodolfo, que desviou para fora, aos 22. Renato colocou em campo Lucas Coelho e Paulinho, retirando Souza e Elano, numa tentativa de buscar o empate.

Aos 36, o time da casa perdeu grande chance: após boa tabela pelo lado direito a bola sobrou livre para Lucas Coelho, que não conseguiu o toque para o gol mesmo estando sozinho na pequena área. O Grêmio partiu a pressão total nos minutos finais. Aos 40, Vanderlei espalmou cabeçada dentro da área. Aos 42, Barcos entrou livre e o goleiro do Coxa salvou de novo.