Esportes

Espanha bate Geórgia, garante vaga na Copa e joga França para repescagem

A atual campeã mundial está confirmada na próxima edição do torneio. Nesta terça-feira, na última rodada da fase de grupos das Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo do Brasil, a Espanha venceu sem dificuldades a Geórgia por 2 a 0 e se classificou para buscar o bicampeonato.

A equipe de Vicente del Bosque precisava apenas de um empate no estádio Carlos Belmonte, em Albacete, para assegurar a vaga e evitar o risco de perder o lugar para a França. Sem serem ameaçados, os espanhóis se impuseram e superaram a Geórgia, que não tem chance de classificação.

A única seleção que poderia ameaçar a vaga direta da Espanha era a França, que chegou a esta última rodada com três pontos de desvantagem em relação à seleção de Xavi e Iniesta. Ao vencer a Geórgia, os campeões mundiais chegaram aos 20 pontos no grupo I e não podem ser alcançados pelos Bleus, que venceram a Finlândia por 3 a 0 nesta terça e ficam com 17.

Os gols da seleção espanhola foram marcados por Negredo e Mata. Assim, os torcedores presentes em Albacete tiveram apenas de aguardar o apito final, não sem antes gritar "olé" em meio à troca de passes.

O jogo – A vantagem de atuar pelo empate não mudou o ímpeto da Espanha nesta terça-feira. Logo aos quatro minutos do primeiro tempo, Navas recebeu pela direita, passou por dois marcadores, invadiu a área e finalizou cruzado. A bola passou pelo goleiro, mas não pelo zagueiro Kashia, que tirou no carrinho.

Pouco depois, Xavi lançou para Negredo, que cabeceou com perigo. Com a Geórgia acuada, a Espanha voltou a levar perigo aos 14 minutos. Pedro fez jogada individual e cruzou. O goleiro quase se atrapalhou, mas acabou se recuperando para defender o chute de Negredo.

O atacante espanhol quase marcou um golaço em seguida, aos 20. Negredo recebeu a bola na área e acertou uma bicicleta, exigindo boa defesa de Loria. Apesar da resistência inicial, os visitantes não suportaram por muito tempo.

Aos 25, a atual campeã mundial abriu o placar em casa. Iniesta tabelou com Pedro pela esquerda e recebeu perto da linha de fundo, de onde cruzou para Negredo completar para as redes.

Apenas três minutos depois do gol, a Espanha levou um susto. Grigalashvili aproveitou erro de passe do adversário no meio-campo e avançou em velocidade, até invadir a área e arrematar com força. Casillas deu rebote para o meio, mas Kobakhidze não aproveitou a chance.

O único susto não alterou a postura dos favoritos, que seguiram mais perigosos e confirmaram a superioridade no segundo tempo. Aos 15, Navas recebeu pela esquerda da área e cabeceou para o meio. A zaga afastou mal, a bola bateu em Piqué e ficou para Mata chutar forte, sem dar chance de defesa ao goleiro.

Com a vantagem e sem levar sustos, a torcida espanhola passou até a gritar "olé" nas arquibancadas, enquanto o time de Vicente del Bosque manteve a seriedade até o fim do confronto.

Na repescagem – A França ainda não está garantida na Copa do Mundo do Brasil. Nesta terça-feira, os Bleus derrotaram em casa a Finlândia por 3 a 0, mas terminaram as Eliminatórias europeias na segunda colocação do grupo I e terão de jogar a repescagem.

Com o intuito de cumprir seu papel sem pensar no outro jogo da chave, a França abriu o placar logo aos oito minutos do jogo. Depois de erro da defesa finlandesa na saída da defesa, a bola sobrou para Franck Ribéry, que carregou pela esquerda, limpou a marcação e soltou um chute forte para acertar o ângulo. Sem que os visitantes conseguissem reagir, os donos da casa ampliaram apenas no segundo tempo.

Aos 31, Joona Toivio marcou contra. O terceiro gol do jogo foi assinalado por Karim Benzema, já aos 43 minutos da etapa final. Apesar da vitória, nada de festa para os campeões do mundo de 1998. A França já chegou à rodada final desta fase em situação complicada, por conta dos três pontos de desvantagem em relação à Espanha e confirmou a necessidade de disputar mais uma etapa para vir ao Brasil.