Esportes

Hélio Machado deixa presidência do Mixto nesta 2ª

Nesta segunda-feira (17), o presidente do Mixto, Hélio Machado da Costa, deixará o comando do time e oficializará sua renúncia. De acordo com a assessoria, Hélio está atendendo pedido de dirigentes da torcida organizada Boca Suja, que pediram a renúncia do presidente.

Hélio foi compreensivo e entendeu que na atual conjuntura a decisão será melhor para o clube, que passa momentos turbulentos sem recursos para pagar os salários que estão a cerca de dois meses atrasados.

Uma assembleia geral extraordinária será convocada para eleger o novo presidente, que deve ser Eder Moraes. Eder disse durante a semana que se tornando presidente quitará de imediato os salários atrasados colocando o clube “de volta aos trilhos” para subir para Série C do Campeonato Brasileiro.

Conforme Só Notícias já informou, sete jogadores pediram dispensa do Mixto. O motivo seria o atraso de três meses no pagamento dos salários. O goleiro Maurício, o lateral direito Bira, o zagueiro Léo e o atacante Raí confirmaram o desligamento.

Segundo o gerente do clube, o meia Robinho pediu, na semana passada, para sair. Também estão na lista para deixar o clube Eder Belém e Valderrama. Os dois podem acertar a ida ao CEOV.

Ainda não há informação de novas contratações. O Mixto perdeu para o Águia Negra, por 2 a 1, no último final de semana pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. O Alvinegro volta a campo para enfrentar o Goianésia (GO), no estádio presidente Dutra, no dia 7 de julho.