Esportes

Inglês vence o brasileiro de motocross em Sorriso e lidera

Cerca de cinco mil pessoas assistiram ao show que os melhores pilotos do Brasil deram durante a 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada ontem e sábado em Sorriso. Na categoria MX1, o dia foi do inglês Adam Chatfield que já liderava o Campeonato e agora abriu mais ainda a vantagem, ao somar 125 pontos. O piloto venceu a 1ª bateria e chegou em 2º na etapa final. “Consegui fazer uma boa prova. Foi muito difícil. Tive que fazer uma prova de recuperação na 2ª bateria, mas realizei boas ultrapassagens e me mantive na liderança”, conta o inglês, que foi vice-campeão em 2012.

Balbi Jr. ficou na segunda colocação da prova ao terminar na 2ª posição na 1ª bateria e vencer a etapa final. Com os bons resultados, o piloto somou 120 pontos e ultrapassou o atual campeão Carlos Campano na classificação geral (112pts). “Cheguei um pouco desacreditado na etapa. Depois do acidente que sofri na 2ª etapa, em Três Lagoas, mal consegui treinar com a moto. Mas eu tentei muito. Dei meu máximo e consegui fazer uma boa etapa”, conta Balbi.

O piloto que além de ultrapassar Campano agora está a apenas cinco pontos da liderança. “Tem muito campeonato ainda pela frente. Está tudo em aberto e venho forte para brigar por esse título”, afirma Balbi.

Humberto Martin ficou em 3º na somatória das duas baterias. O português Joaquim Rodrigues e o espanhol Carlos Campano completaram o pódio.

 

1ª Bateria

O piloto Jean Ramos saiu na frente e começou a abrir vantagem para o pelotão formado por Wellington Garcia, Joaquim Rodrigues, Adam Chatfield e Balbi Jr, do 2º ao 5º, respectivamente.

Mas Jean Ramos teve problemas na parte elétrica da moto. Após vários minutos de fora da prova, todos já acreditavam que o piloto havia abandonado a disputa. Mas Jean retornou para ficar com a 16ª colocação na bateria.

Com a saída de Jean Ramos, Wellington Garcia liderou até o final. A mudança no pelotão que iniciou a prova foi só quando Adam Chatfield conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Joaquim Rodrigues, para terminar na 2ª colocação.

 

2ª Bateria

Wellington Garcia veio para tentar vencer mais uma bateria. O piloto largou muito bem, mas não durou muito tempo na prova. Na primeira curva, Jean Ramos que veio junto na largada tocou Wellington que sofreu uma queda. O guidão da moto do piloto quebrou e ele ficou de fora da disputa.

Nessa confusão toda, Carlos Campano que vinha logo atrás acabou batendo na moto de Wellington e também sofreu uma queda. O espanhol se recuperou bem, não tanto quanto em outras etapas, mas terminou a prova na 4ª colocação.

O piloto Balbi Jr que estava na 2ª colocação estava mais rápido do que o líder, Jean Ramos, chegou para tentar uma ultrapassagem, mas caiu antes do arco de chegada.

Balbi demorou para conseguir levantar a moto e Jean abriu boa vantagem. O piloto do #3 até tentava tirar a diferença, mas não conseguia se aproximar do líder.

Jean já estava começando a administrar a bateria, quando faltando um minuto para completar o tempo de prova, teve um novo problema e teve dificuldades de completar a bateria, na 11ª colocação. Adam Chtfield, que também caiu na largada terminou a bateria em 2º.

Resultado da prova (Somatória das duas baterias):
1º Adam Chatfield
2º Antonio Jorge Balbi Junior
3º Humberto Alejandro Martin
4º Joaquim Rodrigues
5º Carlos Campano