Esportes

Ponte Preta bate Deportivo Pasto e sai em vantagem

A Ponte Preta saiu com vitória da primeira partida internacional oficial que realizou em seus 113 anos de história. Na noite desta quarta-feira, o clube campineiro bateu o Deportivo Pasto, da Colômbia, por 2 a 0 e abriu as oitavas de final da Copa Sul-Americana com vantagem para delírio do excepcional público que compareceu ao Moisés Lucarelli para o histórico duelo.

O resultado deixa a Ponte Preta com a possibilidade de até perder por um gol de diferença o jogo de volta da Copa Sul-Americana para conseguir a classificação. Caso marque um gol fora, a vantagem aumenta ainda mais. A decisiva partida está marcada para apenas daqui um mês, no dia 22 de outubro, na Colômbia.

A importância do confronto desta quarta para os torcedores da Ponte Preta já foi observada assim que os jogadores foram a campo: com o estádio praticamente lotado- ao contrário dos últimos públicos no Moisés Lucarelli em meio à crise do time no Brasileiro -, os torcedores fizeram grande festa para receber os atletas. Assim que a partida começou, contudo, os jogadores da equipe campineira mostraram nervosismo e encontraram dificuldade para criar jogadas.

Faltava um gol para os donos da casa se soltarem no jogo e ele saiu aos 30min. Uendel aproveitou rebatida ruim da zaga adversária para sair na cara do gol e chutar forte para deixar o clube alvinegro na frente. O gol aqueceu a torcida, que animou a Ponte Preta a criar mais chances. No entanto, o primeiro tempo acabou com a vantagem mínima.

Na volta para a etapa final, o clube campineiro continuou melhor, enquanto os colombianos buscavam acertar um contra-ataque para arrancar um empate do interior paulista. A Ponte Preta criou ótimas chances sem sucesso, mas o torcedor também sofreu com escapadas perigosas dos visitantes.

Já nos acréscimos do jogo, uma confusão se instaurou em campo para dar ainda mais gosto de partida internacional aos torcedores ponte-pretanos. Um jogador do time colombianp quase precisou ser retirado de ambulância no fim da partida, após cair desacordado no chão – o atleta, entretanto, recobrou a consciência antes de subir ao automóvel. Aos 52min, Fellipe Bastos cobrou falta quase do meio-campo e viu o goleiro adversário aceitar para aumentar a vantagem alvinegra e a festa dos torcedores.