Esportes

Prejudicado, Palmeiras leva virada e cai diante do ABC em Natal

Em um jogo atrasado em mais de meia hora por causa do que o comandante do policiamento chamou de "superlotação" do Frasqueirão, o Palmeiras perdeu pela quarta vez no Campeonato Brasileiro da Série B. A equipe saiu atrás e conseguiu a virada, mas teve problemas com a arbitragem e foi derrotada por 3 a 2 pelo ABC.

Se os donos da casa reclamaram da falta que originou o segundo gol dos visitantes, os palmeirenses acabaram tendo mais motivos para chiar. O primeiro tempo só terminou com duas bolas na rede para cada lado porque foi assinalado um questionado pênalti de Marcelo Oliveira em Júnior Timbó.

Foram na etapa final, porém, as marcações de Marcos André Gomes da Penha que causaram maior revolta. Após a virada do ABC, o Palmeiras foi ao ataque e teve várias chances para empatar. A rede chegou a ser balançada em cabeceio de Alan Kardec, mas a arbitragem apontou tiro de meta, sinalizando a saída da bola no cruzamento.

As imagens não são conclusivas nesse lance, mas não deixam dúvidas em duas jogadas nos acréscimos. Em uma delas, com o gol vazio, Caio foi abraçado por Flávio Boaventura e não conseguiu marcar. O juiz não apitou pênalti e, pouco depois, preferiu dar jogo perigoso de Thiaguinho, que acertou o joelho de Caio dentro da área. O tiro em dois lances foi por cima, e a partida acabou acabou.

O resultado em Natal deixou o time alviverde estacionado nos 59 pontos e, aliado à vitória da Chapecoense, fez cair para sete a sua vantagem na liderança. Já a formação potiguar, em sua melhor sequência na competição, chegou aos 29 pontos e, enfim, deixou a zona de rebaixamento à terceira divisão.