Esportes

Vettel vence em Cingapura e abre 60 pontos para Alonso

O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) venceu o Grande Prêmio de Cingapura, realizado na manhã deste domingo. Cada vez mais longe do concorrente, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) cruzou a linha de chegada da única prova noturna do campeonato na segunda colocação.

A seis etapas do final, Vettel contabiliza 247 pontos, 60 a mais que Alonso. Com 33 vitórias na carreira, ele supera o espanhol e passa a ser o piloto em atividade com mais triunfos na Fórmula 1, perdendo apenas para Michael Schumacher, Alain Prost e Ayrton Senna.

Na primeira corrida após a confirmação de sua saída da Ferrari no final do ano, o brasileiro Felipe Massa ganhou algumas posições nas últimas voltas e terminou em sexto. A próxima etapa do campeonato, marcada para o dia 6 de outubro, será realizada na Coreia do Sul.

A corrida – O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) foi atacado pelo compatriota Nico Rosberg (Mercedes) na largada, mas conseguiu manter a pole position. Em um grande início de prova, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) saltou da sétima para a terceira colocação.

O australiano Mark Webber (Red Bull) ficou no quarto lugar, seguido pelo francês Romain Grosjean (Lotus). O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) passou o brasileiro Felipe Massa (Ferrari) de maneira irregular e foi obrigado a devolver a sexta colocação.

Na 17ª volta da corrida, durante as paradas nos boxes, Hamilton aproveitou para finalmente tomar a posição de Massa. Oito giros depois, o australiano Daniel Ricciardo (Toro Rosso) colidiu em uma curva e provocou a entrada do carro de segurança, o que mexeu com o destino da prova.

Os pilotos aproveitaram para visitar os boxes, com exceção de Vettel, Rosberg, Webber e Hamilton. Logo após o recomeço da disputa, no 30º giro, Vettel pisou fundo e abriu uma vantagem confortável sobre Rosberg rapidamente. Neste momento, Webber, Hamilton e Alonso perseguiam os dois concorrentes alemães.

No 42º giro, Rosberg visitou os boxes e retornou à pista atrás de Webber. Contrariando as expectativas, Alonso e o finlandês Kimi Raikkonen (Lotus) conseguiram administrar o desgaste dos pneus com sucesso e entraram definitivamente na briga pelas primeiras colocações da corrida.

Na 44º volta, Vettel aproveitou a larga vantagem em relação a Alonso, então segundo colocado, para fazer uma nova parada. Sem sofrer qualquer tipo de ameaça, o piloto da Red Bull conseguiu retomar a disputa na liderança, praticamente encaminhando a vitória.

O experiente Raikkonen tomou o terceiro posto do britânico Jenson Button (McLaren) na 55ª volta. Pouco depois da manobra do campeão de 2007, o escocês Paul di Resta bateu (Force India), mas não foi necessário acionar o carro de segurança novamente.

Com os pneus de cada piloto em diferentes estados de desgaste, as últimas voltas foram emocionantes – Massa aproveitou para subir até o sexto lugar. Ainda assim, os líderes Sebastian Vettel, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen não foram incomodados.

Confira o resultado final do Grande Prêmio de Cingapura:

1: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 61 voltas
2: Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 32s6
3: Kimi Räikkönen (FIN/Lotus) – a43s9
4: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 51s1
5: Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 53s1
6: Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 63s8
7: Jenson Button (ING/McLaren) – a 83s3
8: Sergio Perez (MEX/McLaren) – a 83s8
9: Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) – a 84s2
10: Adrian Sutil (ALE/Force India) – a 84s6
11: Pastor Maldonado (VENWilliams) – a 88s4
12: Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) – a 97s8
13: Valtteri Bottas (FIN/Williams) – a 104s0
14: Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso) – a 112s3
15: Mark Webber (AUS/Red Bull) – a 1 volta
16: Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – a 1 volta
17: Max Chilton (ING/Marussia) – a 1 volta
18: Jules Bianchi (FRA/Marussia) – a 1 volta
19: Charles Pic (FRA/Caterham) – a 1 volta
20: Paul di Resta (ESC/Force India) – a 7 voltas

Não completaram
Romain Grosjean (FRA/Lotus)
Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso)