Esportes

Walter faz dois e Goiás interrompe série de vitórias do Grêmio

Coube a Walter encerrar a sequência de cinco vitórias do Grêmio no Campeonato Brasileiro. Com dois gols do centroavante formado pelo maior gremista, o Goiás venceu o Tricolor Gaúcho por 2 a 0 nesta terça-feira, no Serra Dourada, em partida que abriu a 18ª rodada da competição.

Postado em seu esquema propício para os contra-ataques, o Grêmio viu estratégia comprometida logo aos 14 minutos, em gol de Walter oriundo de falha de Dida na saída de bola. A etapa inicial transcorreu em equilíbrio. No segundo, o time gaúcho teve mais posse de bola no campo ofensivo, mas um golaço de Walter definiu a parada a favor da equipe esmeraldina.

O resultado mantém o Grêmio na vice-liderança, com 31 pontos, mas com os jogos de quarta e quinta-feira o time gaúcho pode até sair do G-4. O Goiás, com a vitória, sobe a 26, em 6º lugar. As duas equipes voltam a campo no sábado. O Tricolor recebe a Portuguesa na Arena, enquanto o time goiano visita o Santos, na Vila Belmiro.

O jogo – O técnico Renato Gaúcho decidiu manter a mesma formação tática no Grêmio. Com isso, Riveros, que não atuou por estar com a seleção paraguaia, deu lugar a outro volante: Matheus Biteco. Zé Roberto, cotado para começar o jogo no Serra Dourada, ficou no banco de reservas. O Goiás também teve mudanças: Hugo, com cansaço muscular, deu lugar a Ramon.

Sem Tartá, Walter foi o único atacante do time da casa em campo. E apesar do isolamento, foi dele a primeira boa jogada da partida: aos 11, ele deu chapéu em Bressan após matar no peito e concluiu por cima do gol. Aos 14, ele marcou: Dida saiu jogando errado e deu de presente para o artilheiro, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol: 1 a 0.

Animado com o gol, o Goiás quase fez o segundo aos 19: em arrancada pela direita, Ernando cruzou e Renan Oliveira por pouco não completou para o gol. Depois disso, foi o Grêmio que começou a tomar a iniciativa, mas sem conclusões perigosas. Aos 35, uma grande defesa do goleiro goiano: Barcos entrou livre pela direita e chutou forte, cruzado, mas Renan impediu o empate. O time da casa respondeu no minuto seguinte, em cabeçada perigosa de Dudu Cearense.

O Grêmio voltou assustando no segundo tempo. Antes do primeiro minuto de jogo, Ramiro cruzou na cabeça de Barcos e Renan salvou com um tapinha para escanteio. O Goiás respondeu aos quatro minutos: Dudu Cearense recebeu com liberdade na entrada da área, ajeitou e chutou, mas a bola bateu na zaga e saiu. Aos nove, a bola desviou na zaga gremista e caiu nos pés de Walter, que chutou de primeira por cima do gol.

O jogo aos poucos foi ficando mais fraco. Aos 12, o Grêmio teve boa chegada com Gabriel pelo lado direito, mas Renan defendeu. A seguir, Walter fez boa jogada e cruzou para a chegada de Renan Oliveira, mas a zaga travou a conclusão. Para dar mais criação ao Grêmio, Renato Gaúcho tirou Matheus Biteco e colocou Zé Roberto, aos 17. O time gaúcho melhorou com a entrada do camisa 10 e passou a ter mais posse de bola na frente. Aos 25, com a entrada de Maxi Rodríguez no lugar de Gabriel, o Tricolor voltou ao esquema 4-4-2.

No entanto, na jogada seguinte, o Goiás definiu a parada: Walter deu um chapéu em Bressan e acertou uma paulada de fora da área, indefensável para Dida: golaço, e 2 a 0 Goiás. Aos 28, foi a vez de outro ex-colorado parar o Grêmio no Serra Dourada: Renan espalmou belo chute de Kleber de fora da área. A seguir, Maxi Rodríguez lançou Zé Roberto, que chutou na rede pelo lado de fora.